Comportamento Suicida

Por Graciela Gonçalves Bakowicz em 28 de fevereiro de 2018

 

Suicídio é o ato intencional de tirar a própria vida. Trata-se de um termo que deriva de dois vocábulos: sui (“de si mesmo”) e cidium (“matar”). É causado, geralmente, por um transtorno mental que pode incluir depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, alcoolismo, abuso de drogas, entre outros. Além disso, alguns fatores como, por exemplo: dificuldades financeiras, traumas e estresse social também contribuem para o ato.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), ocorrem cerca de 800 mil mortes por suicídio no mundo anualmente. No Brasil, este número é estimado em 12 mil pessoas. Em crianças, situações familiares conflituosas são as causas mais frequentes de suicídio. Em adolescentes, baixa autoestima, bullying e comportamentos de autodestruição são comuns. No que diz respeito aos idosos, a depressão ocasionada pelas limitações na terceira idade (perda de autonomia e doenças) e a perda do cônjuge estão entre as principais causas.

Há diversos mitos a respeito do comportamento suicida. Muitas pessoas acreditam que quem ameaça cometer suicídio quer só chamar a atenção. Esta afirmação é falsa. Todas as ameaças devem ser consideradas, pois podem ser concretizadas. Falar sobre o tema induz a pessoa ao ato? Perguntar não causa comportamento suicida. Na verdade, reconhecer que o estado emocional do indivíduo é real e tentar normalizar a situação induzida pelo estresse são maneiras de reduzir a ideação suicida.

A melhor forma de prevenção é a busca por ajuda. Muitas vezes, porém, uma pessoa com pensamento suicida não encontra apoio e, sim, preconceito. Recebe muitas críticas e acusações, o que agrava ainda mais a sua intenção autodestrutiva. Por isso, precisamos vencer este tabu e trazer informações para a população. Com esta intenção, surgiu o setembro amarelo. Anualmente, no mês de setembro, há uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo. Ocorre em locais públicos e particulares e destaca-se pela cor amarela. Se você está passando por esta situação ou conhece alguém que esteja em sofrimento, busque ajuda de um profissional!

Texto escrito por Graciela Gonçalves Bakowicz, psicóloga em São Gabriel/RS.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone